março

05/03/2020

Maturidade passo a passo

04/03/2020

A força de um olhar

A criança maltrapilha, parada em um semáforo, não precisa fazer discurso. O olhar suplicante diz tudo o que ela espera receber naquele lugar. A mão estendida e o olhar da mãe de aparência frágil, sentada sob uma marquise e com um bebê no colo, falam por si mesmos. Quando olhares se cruzam, pode nascer o amor que une até à morte. Casais enamorados, mesmo marcados pelo transcurso dos anos, comunicam-se pelo olhar. Há olhares que acusam, condenam, reprovam ou advertem. Há uma força incrível em um olhar. Contudo, nada existe comparável ao olhar amoroso de Jesus.
03/03/2020

A regra de ouro

Segundo uma lenda grega, ao criar as cidades, Zeus presenteou suas criaturas com duas virtudes: o senso de justiça e o senso de vergonha. Com isso, acreditava ser possível a boa convivência entre os homens. A justiça limitaria direitos e deveres do cidadão. A vergonha serviria para equilibrar a ambição, a vaidade e a fúria desmedidas entre as pessoas. O que sabemos é que Zeus nunca existiu, e esse relato está bem distante da realidade. As manchetes dos noticiários deixam claro que as duas virtudes estão muito reduzidas em todos os tipos de relacionamento. Valores e princípios parecem ideias ultrapassadas, e os conceitos de “salve-se quem puder” e “levar vantagem em tudo” não têm limites.
02/03/2020

A ambição Traz Dores

02/03/2020

Além da dor

A primeira carta de Pedro teve como destinatários cristãos que viviam no território correspondete à atual Turquia. Eles enfrentavam dificuldades por causa da fé, e o apóstolo procurou animá-los a continuar firmes na dedicação a Jesus Cristo, exemplo também no sofrimento. É em meio à dor que o cristão prova a veracidade e tenacidade da própria fé.
01/03/2020

Envolva-se e brilhe!

No Sermão do Monte, após descrever as características das pessoas realmente felizes, Jesus Cristo mencionou duas ilustrações sugestivas, do cotidiano doméstico, para falar do estilo de vida cristão. “Vocês são o sal da Terra”; “Vocês são a luz do mundo”. Dois elementos que indicam duas tendências que se harmonizam e se complementam: preservação e difusão.